ALIENAÇÃO SOCIAL:

By Acervo Filosófico

Por: Juliana Vannucchi

Alienação social é um termo que se refere à maneira pela qual membros de uma sociedade tornam-se padronizados e perdem – ainda que parcialmente – seu senso crítico. Dessa forma, surge como consequência o “senso comum”, que é um conjunto de crenças e suposições populares edificadas a partir da falta de reflexões profundas. Ou seja, o senso comum é o que torna tudo raso e supérfluo.

A palavra “alienação” vem do latim alienus, e significa “algo que vem de outra pessoa”. Karl Marx foi um dos principais filósofos que estudaram o significado da palavra “alienação”, bem como suas causas e consequências. Em suas obras, o pensador alemão relacionou essa palavra diretamente à noção de trabalho, explicando que os homens, para sobreviver, submetem-se à venda de sua força de trabalho, e isso gera desigualdade social e ocasiona uma divisão das relações sociais. Assim, para Marx, um sujeito submete-se à alguma coisa sem ao menos questionar sobre as razões históricas e sociais que fizeram com que tal coisa se tornasse aquilo que é.

Os meios de comunicação de massa são um dos vários instrumentos de alienação social.

Há uma categorização elaborada em torno do tema “alienação social”, que a divide em três classes: a alienação econômica, a intelectual e a social. Na econômica os produtores não se veem como produtores; na social o homem sente-se separado do meio externo e coloca a sociedade como sendo “o outro”; e na intelectual os indivíduos consideram as ideias como sendo universais, tomam-nas como verdades absolutas, reproduzem-nas e tendem a perder seu senso reflexivo. Todas elas, apesar de suas diferenças, possuem um aspecto em comum: resultam num mesmo fator, que é o surgimento de uma Ideologia. A Ideologia é uma elaboração intelectual da classe dominante e dirigente, que passa a ser incorporada pelas outras classes sociais. Assim, essas outras classes (compostas pelos cidadãos alienados) irão reproduzir as ideias, pensamentos e opiniões dos dominantes ou dirigentes. Dentro de tal contexto, aqueles que se tornam alienados e, conforme já mencionado anteriormente, perdem sua capacidade crítica, passam a reproduzir o que lhes é passado pelos outros e acabam por viver num mundo de aparências e dissimulações, pois encaram e vivem seu cotidiano somente sob uma perspectiva já formulada por outros, e não por eles próprios (conforme a tradução da terminologia latina citada anteriormente: algo que vem de outra pessoa). Portanto, esses indivíduos alienados irão se submeter aos valores pregados pelas instituições vigentes.

O grande problema da Alienação Social, qualquer que seja a categoria em que se manifeste, é que o indivíduo atingido por ela torna-se padronizado e tem seus pensamentos limitados. Filosoficamente isso é um grande obstáculo, pois representa a perda da autonomia dos homens, além de significar uma aceitação e um plágio inconsciente do que outras pessoas dizem e pensam. A Filosofia deve atuar na batalha contra a perda do senso crítico, pois é capaz de despertar a indagação no ser humano e levá-lo a examinar a realidade que o cerca, podendo assim instaurar a emancipação do pensamento, da consciência e da subjetividade de um homem.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO! COMPARTILHE CONOSCO SUAS REFLEXÕES, SUGESTÕES, DÚVIDAS, OPINIÕES E CONHECIMENTOS.

 Category: TEXTOS VARIADOS

6 Comments

  1. Leandro Portela
    Reply

    Estava procurando o conceito ou significado de alienação social, encontrei mais que isso, uma profunda reflexão sobre o tema. Obrigado!

    1. Acervo Filosófico
      Reply

      Olá, Leandro! Tudo bem? Fico feliz em saber que encontrou aquilo que procurava e também algo além disso! Agradeço pelo elogio, seja sempre bem-vindo no Acervo Filosófico! Abraços!

  2. Reply

    Juro que fiquei satisfeito com a riqueza e com a clareza do texto, me fez compreender muito bem sobre a Alienação Social. Excelente!

    1. Acervo Filosófico
      Reply

      Olá! Agradeço pelas palavras! Seja sempre muito bem-vindo no Acervo! Um grande abraço e até mais!

  3. Reply

    Boa tarde,Juliana. Aquele individuo que não tem percepção ou tem pouca percepção da realidade social, principalmente aquela que o cerca. Por exemplo; aquele cidadão da classe de trabalhadores que não consegue se enxergar como proletariado e se posiciona ao lado das classes dominantes, pode ser considerado um alienado social.
    Essa situação é uma forma de alienação?

Leave a Reply