• MATRIX e o MITO DA CAVERNA:

    Por: Juliana Vannucchi e Alessandro Olivieri “O que é real? Como você define o ‘real’? Se você está falando sobre o que você pode sentir, o que você pode cheirar, o que você pode saborear e ver, o real são simplesmente sinais elétricos interpretados pelo seu cérebro”. (Morpheus). Matrix é um filme de grande sucesso,

  • MORAL DOS SENHORES E MORAL DOS ESCRAVOS:

    Por: Alessandro Olivieri Em outro texto postado anteriormente em nosso site, no qual foi explorado o conceito de Vontade nos pensamentos de Schopenhauer e Nietzsche, abordamos como tópico principal, a questão da luta inevitável que compõe o mundo e mostramos que o homem, como parte deste cenário, inevitavelmente também faz parte desta habitual luta. Dentro

  • O CONCEITO DE VONTADE NAS FILOSOFIAS DE A. SCHOPENHAUER E F. NIETZSCHE:

       Por: Alessandro Olivieri e Juliana Vannucchi    Este texto busca apresentar as bases conceituais da Vontade, termo de imensa relevância nos contextos do sistema filosófico de dois grandes pensadores contemporâneos: Arthur Schopenhauer (1788 -1860) e Friedrich Nietzsche (1844-1900). Para tal, são feitas analogias que exploram tanto diferenças quanto semelhanças entre os significados da Vontade.

  • AS DIFERENÇAS ENTRE METAFÍSICA e FÍSICA:

    Por: Juliana Vannucchi e Alessandro Olivieri     A palavra “metafísica” é originária do termo grego “metàphysis“, sendo que “meta” pode ser traduzida como “além” ou “depois” e “physis” como “física” ou “natureza”. Sendo assim, pode-se entendê-la como “além da física” ou “depois da física”. Esse termo foi cunhado por Andrônico de Rodes (século I), que foi

  • O PROBLEMA DOS UNIVERSAIS:

    Por Juliana Vannucchi e Paulo Pedroso   Este texto pretende transmitir as principais ideias de um tema que foi discutido por muitos pensadores ao longo da história da Filosofia. Assim, considerando o fato de que a questão dos universais foi objeto de reflexão das obras de muitos filósofos cujos posicionamentos divergem, iremos transmitir apenas algumas

  • O ANJO DE BENJAMIN:

    Por Pedro Bracciali Walter Benjamin (1892 – 1940) comprou o desenho de um anjo: obra de Paul Klee por transfer de óleo e aquarela em papel. Foi em Munique no ano de 1921, e ele manteve-o consigo até a sua morte, quando então suas posses após o termino da guerra foram passadas para o amigo

  • O SUICÍDIO NAS FILOSOFIAS DE CAMUS E DE SARTRE:

    Por: Juliana Vannucchi e Pedro Bracciali INTRODUÇÃO: O objetivo deste texto é desenvolver argumentos sobre o tema suicídio, a partir das circunstâncias que conduzem o indivíduo a cometê-lo, como fatores externos, em contraponto a decisão autônoma, sendo esta muito discutida na reflexão filosófica. Não se pretende responder o porquê dos atos cometidos de suicídio, mas

  • CINEMA, ARTE E INDÚSTRIA – Acervo Filosófico e Cinema de Buteco:

    Os membros do Acervo Filosófico bateram um papo com três autores do site Cinema de Buteco para discutir e refletir sobre o seguinte tema: “CINEMA, ARTE E INDÚSTRIA“. Cinema, Arte e Indústria:      Este breve texto visa aproximar o leitor da temática proposta para uma gravação realizada entre membros do site Acervo Filosófico em parceria

  • A FILOSOFIA DE GIORDANO BRUNO:

    Por Juliana Vannucchi Em março de 2017, o site Acervo Filosófico publicou um texto introdutório sobre o pensamento de Giordano Bruno. Agora, nesta publicação, disponibilizaremos novas informações sobre o filosófico e sobre sua interpretação e compreensão acerca  do universo e da natureza. Primeiramente, é importante esclarecer que a obra deste pensador não é de fácil

  • RODAS COMBINATÓRIAS – Giordano Bruno:

    Por Juliana Vannucchi: Este texto é baseado em imagens e informações retiradas do livro “Tratado de Magia”, de Giordano Bruno, publicado em 2007 pela editora Martins Fontes. Neste edição, constam alguns símbolos que o filósofo italiano produziu durante a vida, embora nenhuma das imagens tenha correspondência direta com o Tratado de Magia. As rodas combinatórias