SUBJETIVISMO X OBJETIVISMO:

By Acervo Filosófico

Por: Juliana Vannucchi

Subjetivismo e Objetivismo são correntes filosóficas pertencentes ao campo da Teoria do Conhecimento, que buscam explicar se a origem do conhecimento encontra-se no sujeito ou no objeto e como se dá a relação existente entre ambos. Este texto, de cunho introdutório, apresenta as principais bases reflexivas das duas linhas de pensamento em questão. Para o subjetivismo, o sujeito determina o objeto, ou seja, a realidade se fundamenta e se encerra unicamente no indivíduo que se relaciona, interpreta, percebe, sente e compreende o mundo a partir de seu próprio eu (com seus conhecimentos, sentimentos, memórias, ideias e particularidades, em geral) e, portanto designa uma experiência particular entre sujeito e realidade. Aqui, podemos remeter à Protágoras (século V a.C) que proferiu que “o homem é a medida de todas as coisas” que indica a ideia de uma relação pessoal entre homem e mundo. Para os subjetivistas: “Não há objetos independentes da consciência, pois todos os objetos são partes desta, produtos do pensamento” (HESSEN, p.92, 1987). Abaixo, há uma poesia escrita por Fernando Pessoa (1888-1935) que pode ajudar-nos a compreender melhor as reflexões dessa corrente filosófica, uma vez que através dela, o poeta português explora e valoriza a concepção da consciência subjetiva do homem.

Como é por dentro outra pessoa?

Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo. (Fernando Pessoa, 1934).

Por outro lado, para o objetivismo, é o objeto que determinará o sujeito: “(…) os objetos são algo dado, algo que representa uma estrutura totalmente definida, estrutura que é reconstituída, digamos assim, pela consciência cognoscente” (HESSEN, p.89, 1987). Aqui, portanto, o conhecimento se desenvolverá a partir de uma essência/realidade objetiva, que encontra-se presente no mundo e que independe da leitura particular da consciência individual, sendo que, dessa forma, o Objetivismo se opõe ao Subjetivismo. 

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

HESSEN, Johannes. Teoria do Conhecimento. Editora: Arménio Amado, 1987.

Related articles

Leave a Reply